out 10, 2258 dias ago

Dicas de alimentação pré-treino

Dicas de alimentação pré-treino

A alimentação pré-treino normalmente gera muitas dúvidas entre os atletas/praticantes de atividade física. Quando a refeição é adequada, de acordo com as necessidades do organismo, ela pode melhorar o rendimento no exercício ou fazer com que o indivíduo alcance seus objetivos na mudança corporal (como perda de gordura e ganho de massa magra).

A refeição de 3-4 horas antes da atividade física deve ser completa, ou seja, composta de carboidratos, proteínas, gordura, vitaminas e minerais. Isso porque o corpo terá tempo suficiente de digerir estes alimentos. Exemplos: arroz, feijão, carne e salada colorida; pão integral com requeijão e peito de peru, iogurte e fruta.

De 30 minutos a 1 hora e meia antes, a refeição deve ser basicamente composta de carboidratos, que são responsáveis pela energia necessária durante o exercício. Além disso, fará com a proteína muscular não seja utilizada como forma de energia, sem perda de massa magra. Porém, existem os carboidratos simples (que fornecem energia rápida) e os complexos (taxa de absorção mais lenta, que são ricos em fibras): o consumo desses carboidratos deve ser de acordo com o tempo que você tiver para comer antes do treino.

Se o consumo for de 30 minutos a 1 hora antes, a refeição deve ser composta de carboidratos simples, já que você precisará de energia rápida, pois logo iniciará o treino. Exemplos: pão branco com geléia, torrada, bisnaguinha, biscoito tipo maria ou maisena ou água e sal, bolo simples, banana com mel ou melado, suco de fruta, cereal matinal, macarrão com molho de tomate, batata cozida ou assada.

Já se você conseguir comer de 1 hora a 1 hora e meia antes, o consumo deve ser de carboidratos complexos, que são nutricionalmente mais interessantes, pois são ricos em fibras e vitaminas do complexo B. A digestão desses carboidratos é mais lenta, e irá garantir a energia necessária no momento do exercício. Exemplos: pães e biscoitos integrais, granola, barra de cereal, frutas com aveia ou linhaça, bolo integral, macarrão com molho de tomate e legumes, batata refogada com legumes.

A quantidade de carboidrato deve ser personalizada, de acordo com a composição corporal, duração e intensidade do exercício, com acompanhamento nutricional. Aguardem a próxima matéria sobre alimentação pós-treino.

 

 

Por Cinthia Cabral Maciel – Nutricionista CRN 3991

Share "Dicas de alimentação pré-treino" via

More in Blog
mar 6, 2111 dias ago

A mobilidade que todo atleta precisa

A mobilidade que todo atleta precisaEstar sempre plugado e sem importar quando e onde é o maior desejo da maioria das pessoas e até mesmo na hora do treino isso agora também é possível, afinal com o Progression Personal você confere seus treinos direto do seu smartphone.

Read   Comments are off
mar 4, 2113 dias ago

Quer Correr mais Rápido? Saiba Como!

Quer Correr mais Rápido? Saiba Como!Confira algumas dicas de como melhorar as suas corridas e como até mesmo diminuir seus tempos.

Read   Comments are off
mar 1, 2116 dias ago

Índice glicêmico: importante aliado nos treinos

Índice glicêmico: importante aliado nos treinosEntenda o que é índice glicêmico dos carboidratos e como ele pode influenciar no desempenho do atleta.

Read   Comments are off